E um soldado ferido (Colin Farrell) durante a guerra civil americana é resgatado por uma escola só de mulheres, fundada pela personagem de Nicole Kidman; Elle Fanning é uma das alunas e Kirsten Dunst uma das professoras.

Essa é a premissa de “O Estranho Que Nós Amamos”, o novo filme de Sofia Coppola. Ele é um remake do longa homônimo de 1971, protagonizado por Clint Eastwood e que por sua vez é uma adaptação do livro de Thomas Cullinan, lançado no ano de 1966.

“O Estranho Que Nós Amamos” ganhou um segundo trailer, pouco antes do Festival de Cannes, onde vai concorrer.

“O Estranho Que Nós Amamos” tem previsão de estreia para agosto no Brasil

Anúncios